sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Votos são recontados e TRE-MA anuncia Novo deputado federal Eleito no Maranhão.


Foi recontada, na noite dessa segunda-feira (12), a retotalização dos votos proporcionais das eleições 2014 para contabilizar os 56.171 votos recebidos pelo candidato Deoclides Macedo (PDT), que concorreu ao cargo de deputado federal, segundo informações divulgadas pela assessoria do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA). A recontagem cumpre decisão monocrática do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Dias Toffoli proferida em 23 de dezembro de 2014.

Com a recontagem, Julião Amim (PDT), que foi diplomado como primeiro suplente de deputado federal no dia 19 de dezembro, foi considerado eleito pela coligação "Todos pelo Maranhão 2 (PDT, PTC e PROS)".
A nova diplomação de Julião Amim ocorrerá após publicação no Diário da Justiça Eletrônico do Relatório Geral das Eleições 2014 relativo ao primeiro turno.

Já a diplomação de Deoclides Macedo, que assumirá a vaga deixada por Amim, só poderá ser realizada quando a prestação de contas dele for julgada pelo TRE-MA, o que deve ocorrer na primeira sessão do órgão, prevista para o dia 27 de janeiro.


Entenda

Deoclides Macedo concorreu ao cargo de deputado federal "sub judice". Ele teve registro de candidatura indeferido pelo TSE após figurar como gestor ordenador de despesas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) referentes à gestão municipal de 2005, quando era prefeito de Porto Franco.
No dia 23 de dezembro, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Dias Toffoli decidiu pela validação dos 56.171 votos destinados ao candidato a deputado federal Deoclides Macedo.

Com a decisão de Toffoli, a coligação "Todos Pelo Maranhão 2" (PDT, PTC e PROS) teve direito a mais uma vaga na bancada federal. Além de Weverton Rocha (PDT), Julião Amin (PDT) tomaria posse como deputado federal e, Deoclides Macedo, como primeiro suplente.

Amin obteve 64.896 votos nas eleições do dia 5 de outubro e não foi eleito. Ele já havia sido anunciado como secretário do Trabalho do governo Flávio Dino (PC do B) e diplomado como primeiro suplente em cerimônia realizada no dia 19 de dezembro, em São Luís.

Perdeu a vaga na Câmara Federal do candidato Alberto Filho (PMDB), da coligação "Pra Frente Maranhão 1" (PMDB, DEM, PTB, PV, PRB e PR), que também já havia sido diplomado para tomar posse.


sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Trio acusado de assaltos e roubo de veículos é preso em casa em operação conjunta das policias Militar e Civil, em São Mateus

Branco, Raimundo e César Louro.


Uma operação conjunta das polícias  Militar e Civil da cidade de São Mateus do Maranhão, numa missão que perdurou por todo o dia, prenderam no final da tarde desta quarta-feira (7) três pessoas acusadas de posse ilegal de arma de fogo, posse ilegal de munição de uso restrito e associação criminosa. Foram presos: Raimundo Lima Mesquita da Silva, conhecido por “Branco”, residente ganhar dinheiro em casa na rua da Balança, 25, bairro Piqui; César Fernando da Silva Santos, conhecido como “César Louro”, residente na rua Amazonas, centro; e Raimundo Bastos Goularth, residente na Rua A, vila do Povo, todas em São Mateus do Maranhão. Com os mesmos os policiais encontraram dois revólveres calibre .38mm e algumas munições calibre .09mm, de uso restrito, além de certa quantia em dinheiro, sendo 3 mil com Cezar e 1 mil com Raimundo o moto taxista.
Armas e Dinheiro Apreendidos.

Foi cumprido ainda mandado de busca e apreensão na casa de César Louro, assinado pelo Dr. Marco Aurélio Barreto Marques, Juiz daquela Comarca. O trio é acusado de vários ilícitos, dentre os quais alguns assaltos na região, e já vinha sendo monitorado pelo Serviço de Inteligência das polícias Militar e Civil. Segundo o delegado Dr. Amorim, outros nomes poderão surgir no curso das investigações e outras prisões poderão ser feitas. Na região é comum assaltos a estabelecimentos comerciais, empresários e a veículos. Com a prisão do trio, a polícia acredita dar uma melhor sensação de segurança a população, porém, as buscas e as investigações continuarão.. Participaram ainda da operação os agentes Itamárcio e Espírito, sargento Cabral, cabos Wanderlan, Rogério e Josué, além do soldado Reginaldo.
A Policia Ainda continua nas investigações e o JRMA acompanha de perto o caso.
Fonte: 15º Batalhão PM. e Depol. Civil de São Mateus MA.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Câmara de vereadores de Alto Alegre reelege presidente.

 
Vereadores:Neto Fiuza, pres. Manoel, Luiz Lemos e Gordo do Zé de Paula.
A Câmara de vereadores de Alto Alegre do Maranhão reelegeu o presidente da casa o Vereador Manoel Rodrigues, e a mesa diretora ficou assim composta;
Presidente: Manoel Rodrigues;
Vice Presidente: Cleucinei Santana Silva; ( Gordo do Zé de Paula).
2º vice-presidente: José Garcia de O. Freitas;
1º Secretário: Luis de Lemos Silveira;
2º secretário: Antonio Bezerra Lima ( Neto Fiuza)

foram hoje empossados para o biênio 2015/16.


Câmaras de vereadores de São Mateus elege novo Presidente.

 
esq p/ dir: presidente Gessé, Adailton, Tata e Toinho Chaves.
A Câmara de vereadores de São Mateus do Maranhão, elegeu a nova mesa diretora para o biênio 2015/16 . Foram Eleitos o Vereador Gesse Soares como Presidente, vice-Presidente Ver. Tata, 1º Secretário Ver. Adailton e 2º Sec. Ver. Toinho Chaves.

O Presidente Vereador Gesse assume o comando da Câmara de Vereadores de São Mateus pela 3ª vez onde o mesmo completa o 5º Mandato. O JRMA está acompanhando todos os passos do novo presidente e as contas do ex-presidente.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Deputado Federal Perde o Mandato no Maranhão.



Deputado Alberto Filho.



O deputado federal reeleito, Alberto Filho (PMDB), perdeu o mandato nesta terça-feira (23). Ele dependia de uma anulação dos votos de outro candidato pelo PDT.

 O peemedebista não mais permanecerá na Câmara Federal, após a decisão do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, José Antonio Dias Toffoli, que validou os votos de Deoclides Macedo, ex-prefeito de Porto Franco e candidato a Federal nas últimas eleições.

 O recurso derruba a deliberação anterior da ministra Maria Tereza Moura, que indeferiu a candidatura de Macedo a deputado federal para as eleições deste ano.

 A decisão faz com que os 56 mil votos de Deoclides sejam considerados para fins de redistribuição das vagas para a Câmara Federal. 

A decisão do ministro acaba tirando uma vaga do PMDB, redistribuindo os votos para a coligação Todos pelo Maranhão 2 e levando Julião Amin ao posto de deputado federal eleito.

 O Deputado Alberto Filho deve recorrer da decisão apelando pro STE ( Superior Tribunal Eleitoral), mas sem muitas chances de êxito